Qualificações Regionais Centro
Viseu “escolheu” as suas equipas para Final Nacional

A Marques da Cruz & Filhos apostou forte este ano no Expresso BPI Golf Cup, inscrevendo duas equipas nas Qualificações Regionais Centro, realizadas no último fim-de-semana no Golfe Montebelo, em Viseu. A recompensa veio pela conquista, por parte de uma delas, a número 1, de uma das duas vagas disponíveis para a Final Nacional Açores. A outra vaga foi preenchida pela Montebelo Hotels & Resorts, que venceu domingo com 89 pontos, mais um ponto apenas do que aquela, repetindo o apuramento do ano passado.

Marques_cruz

 A Marques da Cruz & Filhos garantiu o apuramento para a Final dos Açores graças ao segundo ligar: Rui Viçoso, Carlos Duarte, José Marques Oliveira e Miguel Costa / © Filipe Guerra

Formadas por jogadores do CG Viseu, estas foram as grandes dominadoras na segunda fase regional, já que a terceira classificada, a Europcar, outra finalista nacional em 2016, somou 82 pontos para ficar em terceiro. Esta havia sido uma das três equipas que na primeira fase, entre 20 em campo no sábado, registou o máximo de 86 pontos, juntamente com a do Montebelo Golfe e a da Sotarvil. Nesse dia apuraram-se metade para as Meias-Finais, mais uma Lucky Loser (sorteio) – Mercedes-Benz/Sodicentro –, num total de 11. 

A Montebelo Hotels & Resorts contou com a grande exibição do par Leonel Seixas/Jorge Sousa, que melhorou seis pontos em relação ao primeiro dia (42-48) averbando a melhor marca de todo o torneio. João Andrade/António Araújo, com 41, também não estiveram nada mal. Leonel Seixas e João Andrade já estiveram em várias finais nacionais e são os que resistem no quarteto que venceu em 2016 pelo mesmo emblema no Batalha Golf Course, em São Miguel, antes de ser segunda na Finalíssima no Vidago Palace Golf Course.

Visabeira

 Jorge Sousa, administrador da Visabeira Global, jogou pela equipa da Montebelo Hotels & Resorts / © Filipe Guerra

“Foi talvez dos melhores dias de golfe que já tive até hoje”, afirmou Jorge Sousa, capitão de equipa e administrador no Grupo Visabeira, na sua subholding das Telecomunicações. Ele e António Araújo, que substituiram Carlos Tinoco e Bruno Melo, serão estreantes na Final Nacional. “Fizemos 16 pares, um resultado quase de profissionais, fomos consistentes, gerimos as falhas uns dos outros e fomos determinados naquilo que queríamos fazer. É uma enorme satisfação chegar tão longe neste torneio de referência”, acrescentou. 

Pela parte da Marques da Cruz & Filhos 1 (empresa de comércio por grosso de madeira em bruto e de produtos derivados) alinharam Carlos Duarte/Rui Viçoso, com 45 pontos; e José Marques Oliveira/Miguel Costa, com 43. 

“O segredo foi a boa comunicação que houve entre nós, mas não foi fácil, estava muito calor e o campo, embora em bom estado, estava difícil, tivemos de puxar dos galões”, disse Carlos Duarte. “Este é o torneio que toda a gente quer ganhar em Portugal e naturalmente estamos muito satisfeitos com este apuramento conseguido no nosso ‘home club’.” 

O Vidago Palace completou o quarteto de equipas que, nas Meias-Finais, chegaram à fasquia dos 80, sendo seguido pelo Montebelo Golfe (78), Sotarvil (77), Montepio Crédito (77), Clínica Médico-Dentária S. Sebastião (70), Marques da Cruz & Filhos 2 (69), Montebelo Viseu Congressos (65) e Mercedes-Benz/Sodicentro (64).