Qualificações Regionais Algarve
Luta intensa a Sul

As Qualificações Regionais Algarve do Expresso BPI Golf Cup jogaram-se no último fim-de-semana em duas jornadas distintas, nos percursos Alvor-Lagos do Onyria Palmares Beach & Golf Resort, em Lagos, com 36 equipas presentes e 21 apuradas (incluindo duas Lucky Losers, por sorteio) para as Meias-Finais, agendadas para 31 de Agosto, na “rentrée” pós-férias. 

A LDS (Lopes Dias & Silva), empresa algarvia de distribuição de produtos alimentares que repetiu o triunfo de 2017 nas Qualificações Regionais e que foi uma das duas finalistas nacionais pelo Algarve na edição de 2016, venceu no sábado com 85 pontos (em texas scramble modificado). A dupla pai e filho César Dias/José Dias marcaram 44 pontos e Jorge Castilho/Nuno Grade, este último em substituição de Jorge Lopes, fizeram 41. 

LDS_Jorge Castilho_Cesar Dias_Nuno Grade_Jose Lopes Dias_copy

A LDS representada por Jorge Castilho, César Dias, Nuno Grade e José Lopes Dias  © Filipe Guerra

BPI 2 e Vinicom também assinalaram 85, mas perderam o primeiro lugar para a LDS no desempate pelo mais baixo handicap colectivo, contentando-se com o segundo e terceiro lugares, respectivamente. 

Pelo BPI alinharam Idalina Mafra/João Simões Filipe (43) e Carlos Branquinho /Joaquim Mafra (42), e pela Vinicom a dupla composta por Rui Mendes/Viriato Teixeira obteve a mais alta pontuação do dia – 46 pontos. António Barreiro/Stephen Fairless completaram o quarteto com 39. 

“Correu bem, o importante é que não falhámos muitos shots e quando falhou um, acertou o outro, deu para fazer uns pontinhos”, afirmou o capitão da LDS, César Dias. “O ponto alto do nosso jogo foi sem dúvida os birdies nos dois últimos buracos, no 15 e no 16, quando estava bastante vento. De manhã o campo estava apetecível, mas a segunda volta, com vento, foi bem mais difícil”, acrescentou. 

 Neste dia, com 19 equipas em campo, seguiram ainda em frente para as Meias-Finais o Clube Viajar (83), Allianz (83), Sulcones (82), LGSP Sports (82), BPI 1 (81), Mercedes Benz/Starsul (79) e Farmácia Rosa Nunes (77). A Lucky Looser foi a Mercedes-Benz/Starsul 2. 

A Frutas Pacheco & Pacheco, que em 2017 chegou à Final Nacional Açores, voltou a evidenciar-se vencendo no domingo também com 85 pontos – e novamente não foi a única, visto que também a By Trincanela registou igual  marca para o segundo lugar, num pódio que ficou completo com o Casino Vilamoura (83).

Frutas Pacheco e Pacheco_Carlos Klimeck_Amandio Pacheco_Carlos Poucochinho_Vitor Antonio_copy

A equipa da Frutas Pacheco & Pacheco com Carlos Klimeck, Amandio Pacheco, Carlos Poucochinho e Vitor António © Filipe Guerra 

A Frutas Pacheco & Pacheco alinhou com os mesmos quatro elementos da edição passada: Carlos Poucochinho e Vítor António, que terminaram com 43; e Amândio Pacheco e Carlos Climeck, que entregaram um cartão com 42. “Espero que seja um bom sinal para repetirmos o que fizemos o ano passado”, afirmou Amândio Pacheco. 

Entre os 17 quartetos que jogaram esta segunda jornada regional, apuraram-se também a Volvik (82), Nike (81), NOS (81), Onyria Quinta da Marinha (78), Hotel Algarve Casino (78) e Crédito Agrícola (78), sendo a Solverde Algarve Ladies a Lucky Loser.

 

 IMG_5328_copy

Os jogadores em preparação para mais um grande dia de jogo no Onyria Palmares  © Filipe Guerra