Qualificações Regionais Lisboa
Golfe de alto nível em Belas

Depois dos dois primeiros dias nas Qualificações Regionais de Lisboa, com 40 equipas e 23 apuradas para as Meias-Finais da capital portuguesa, jogou-se na última semana, no Belas Clube de Campo, o terceiro, o quarto e o quinto, com um total de 65 equipas e mais 36 formações a seguirem em frente para a fase seguinte, agendada para 11, 12 e 13 de Setembro. Para completar o lote de semi-finalistas, falta apenas disputar-se a jornada extra, a 11 de Julho. 

As duas primeiras sessões já aqui foram alvo de reportagens, o que dizer das três seguintes? Começaram, no dia 26 de Junho (22 equipas), com a vitória da Fibertex Nonwovens – fornecedor global de soluções não tecidas para a indústria e construção, de origem dinamarquesa e presente em todo o mundo – naquela que foi a sua estreia no maior evento desportivo ‘corporate’ de Portugal.  

Beatriz Themudo/João Pedro Martins estiveram em grande nível, perfazendo 43 pontos net (como habitualmente em texas scramble modificado) – o equivalente a 4 abaixo do Par gross – e Tiago Tremoçeiro/André Ramos também bateram o campo (-1) somando 40 pontos. O quarteto da Fibertex somou assim 83 pontos, tantos como a Maquinar Mais, mas o primeiro lugar pertenceu-lhe no desempate pelo mais baixo handicap colectivo. A Maquinar Mais contou com João Carvalho/Vasco Alexandre (43) e Luís Martins/João Almeida (40). 

Fibertex_3_7

André Ramos, Beatriz Themudo, João Pedro Martins e Tiago Dias da Fibertex Nonwovens © Filipe Guerra

“Sabemos que não dá para falhar, porque há poucas oportunidades para isso, e, num campo maravilhoso como este, em excelentes condições, com uma organização fantástica e patrocinadores não menos bons, tudo se conjugava para um excelente dia de golfe”, afirmou o capitão da Fibertex, João Pedro Martins, que teve a “honra” de apadrinhar a estreia de Beatriz Themudo, uma das melhores amadoras portuguesas, agora que ela já fez 21 anos cumprindo por isso o limite mínimo etário para participar. Juntos, terminaram a volta com… três birdies. 

A Europcar ocupou o último lugar do pódio, com 82 pontos, tendo seguido em frente para as Meias-Finais os conjuntos classificados na primeira metade da classificação, mais uma Lucky Loser (por sorteio), que foi a Dueto. Do 4.º ao 11.º lugar, apuraram-se ainda, por esta ordem, o CG Belas (82), Cerrado da Serra (80), Allianz (78), MLGTS (78), Arquitectos/LoveTiles (78), Quinta da Marka (77), Marq (76) e Colégio dos Plátanos (76). 

No dia 27, mais do mesmo, ou seja, golfe alto nível. A dupla da Planbelas/Trade composta por Gonçalo Costa (secretário de golfe do BCC) e Miguel Lourenço (director do vizinho Lisbon Sports Club) ameaçou bater o recorde gross do maior torneio de golfe português, fazendo 8 abaixo do Par gross quando o máximo é de 10 abaixo. Jogando com zero de handicap, isso correspondeu a 44 pontos net, complementados pelos 41 de Tiago Carneiro (director do Royal Óbidos) e Hugo Pinheiro (director da Penha Longa).

“Foi muito divertido jogar com o Gonçalo, que é um excelente jogador, e casámos muito bem, sempre em jogo, sempre com shots bons ao green, e metemos muitos putts, mesmo assim ainda fizemos um green a três putts e eu ainda falhei dois putts de metro para igualarmos o recorde dos 10 abaixo”, explicou Miguel Lourenço após uma volta em que marcaram sete birdies um eagle e um bogey. 

Com 85 pontos, a Planbelas/Trade venceu com quatro de vantagem sobre o BPI-ACP, que evoluiu com Manuel Quinta/Luís Rodrigues (35) e David Quinta/António Moita, esta a melhor dupla do dia, com 46. Os 81 do BPI-ACP foram igualados pela Speisse, terceira classificada, empresa portuguesa de construção vocacionada para a remodelação de espaços interiores

Com 20 equipas em campo, as restantes oito apuradas foram o Clube EDP (79), Mountain Symbol (79), Resiquímica (79), Mercearia Pena (79), Aveiro Park (76), Mercedes Benz/Carclasse 1 (74) e Restaurante Duke (74). A Lucky Loser foi a Navigator MaxOne. 

Finalmente, no dia 28, 23 equipas em campo, com vitória da SIC Caras com 83 pontos. Esta equipa do universo Impresa alinhou com João Tinoco/Martim Salgado (43) e Tomás Rodrigues/Diogo Castro (40). O CG Belas, com Roberto Wu/Orlando Araújo (41) e Marcos Takata/André Benvegnú (40) somou 81 para o segundo lugar e no terceiro ficou o BPI 2. 

Sic_caras_3_7

A SIC Caras com Martim Salgado, João Tinoco e Diogo Castro © Filipe Guerra

“O Tomás e eu já tínhamos jogado na mesma equipa, para o Diogo e o Martim foi a primeira vez que jogaram o Expresso BPI – e correu-lhes bem a estreia”, disse o capitão da SIC Caras, João Tinoco. “O nosso jogo foi muito consistente, tivemos a sorte connosco, quando um falhava o outro acertava – e isso, nesta modalidade, é o mais importante.” 

Na próxima fase regional estarão ainda a LPR (80), Just For Men (80), Almabarão (79), Lizabita (78), Celeiro do Móvel (77), ESC Online (77), Millennium BCP (75), NOS (74) e Partners 3 (72). O Lucky Loser foi o BPI 3. 

Agora venha a sexta e última jornada capital, para completar o quadro. Mas antes, no fim-de-semana que vem, jogam-se as Qualificações Regionais Douro, no transmontano Vidago Palace Golf Course.

 

Na fotografia de capa: A equipa da Planbelas Trade: Hugo Pinheiro, Miguel Lourenço, Gonçalo Costa e Tiago Carneiro © Filipe Guerra