Meias-Finais Algarve
Golfe de alto nível ao sol de Palmares

Que grande jogatana a que se assistiu no último sábado no percurso Alvor-Lagos do Onyria Palmares Beach & Golf Resort, em Lagos. Entre 20 equipas em campo para apurar duas para a Final Nacional Açores 2017, saiu vencedora a do BPI (na fotografia de abertura), com nada menos do que 94 pontos, na modalidade de texas scramble modificado. E em segundo ficou a da Frutas Pacheco & Pacheco com 89. 

Num dia de sol e sem vento, com o traçado em excelentes condições, o grande destaque foi para a dupla do BPI composta por João Oliveira e Costa e o inglês Michael Abbott, que, jogando com handicap 5,0, marcou 49 pontos, o que correspondeu à bonita marca de 8 abaixo do par gross, com 10 pares e oito birdies. O outro par – Júlio Pires e Bob Hart, com 7,0 de handicap – assinalou 45. 

“Foi um grande jogo de golfe”, afirmou João Oliveira e Costa, capitão do BPI, acrescentando: “Acima de tudo, a pedra de toque para obter estes resultados, nomeadamente para os jogadores com baixos handicaps e que não têm muita margem de manobra, foi os putts terem entrado, aqueles que não se podem falhar, a dois e três metros. Todos os nossos birdies foram a um putt e os pares a dois putts.” 

Amândio Pacheco corrobora-o, dizendo que a receita do sucesso foi terem entrado os putts de “meia distância”. Juntamente com Carlos Climeck, numa dupla com 9,0 de handicap, o capitão da Frutas Pacheco & Pacheco entregou um cartão com 45 pontos. Do outro lado, com 4,0 de handicap, estiveram António Glória e Vítor António, com 44 (4 abaixo do par gross). António Glória substituiu nesta fase o lesionado Carlos Poucochinho, que estará de volta na final. 

Algarve_setembro_2017

Amândio Pacheco, Carlos Kumeck, Antonio Glória e Vítor António da Frutas Pacheco & Pacheco / © Filipe Guerra

Se o BPI deixou a Frutas Pacheco & Pacheco a cinco pontos de distância, esta fez mais três pontos do que a terceira e a quarta classificadas, respectivamente, o Onyria Palmares (com quatro jogadores britânicos membros do home club) e a Solverde Algarve Ladies (constituída na íntegra por senhoras – Graça Vinhas Carter, Maria José Pinto, Margarida Sampaio e Dina Correia). Somando ambos os conjuntos 86 pontos, o Onyria Palmares ficou no terceiro posto no desempate pelo mais baixo handicap. 

Seguiram-se, por esta ordem, LDS e LSGP Sports, com 84;Vinicom, NOS e Volvik, com 83; Nike, Mercedes-Benz/Starsul e Casino Vilamoura, com 82; Casino Monte Gordo e Allianz 1, com 79; Farmácia Rosa Nunes, com 77; Vista Alegre e Crédito Agrícola, com 75; Allianz 2, com 73; e Projar, com 70. 

Outras formações já apuradas para a Final são a do BPI e Açores EDA, dos Açores; Allianz e Ignacio Gonzalés Montes, do Douro; e Montebelo Hotel & Resorts e Marques da Cruz & Filhos, do Centro. 

O que se segue são as Meias-Finais Lisboa já na próxima semana, a 12, 13 e 14 de Setembro, no Belas Clube de Campo. Para apurar mais seis para a Final.

FG7_9049

© Filipe Guerra

 Na fotografia de abertura: A equipa vencedora do BPI com Michael Abbott, João Oliveira e Costa, Bob Hart e Júlio Pires / © Filipe Guerra