Temporada 20 começou nos Açores
EDA campeã regional, BPI também apurado

A 20.ª edição do Expresso BPI Golf Cup começou este fim-de- semana nos Açores, mais concretamente no Furnas Golf Course, em São Miguel, com 23 equipas em competição e 92 jogadores. O grande destaque foi para a EDA (Electricidade dos Açores), que venceu as Qualificações Regionais no sábado e também as Meias-Finais no domingo, sagrando-se assim campeã regional, pelo que recebeu o designado Troféu Rigoberto Oliveira, em homenagem ao grande golfista açoriano falecido em Março do ano passado.

Tee_18_re2

O tee do 18 / © FILIPE GUERRA

O BPI foi vice-campeão e completou a dupla de quartetos que estará presente na Final Nacional, a 10 e 11 de Novembro, novamente no arquipélago, mas no Clube de Golfe de Ilha Terceira.

EDA e BPI apuraram-se respectivamente com 82 e 81 pontos nas Meias-Finais, tendo o vinho da Quinta da Marka ficado em terceiro, com os mesmos 79 pontos da Laboratório de Análises Clínicas Brum & Freitas, da Terceira.

Pela EDA, valeram os 46 pontos da dupla Luís Eleutério/Bruno Cruz, dois jogadores que tiveram assim uma estreia de sonho no torneio. É que os seus companheiros de equipa Vitor Rebelo e Antero Bento não foram além dos 36.

“Estava longe de pensar no apuramento, sobretudo depois da nossa pontuação no domingo, que foi claramente abaixo da de sábado, mas eles os dois jogaram de facto muito bem”, reconheceu o capitão Antero Bento.

O BPI contou como jogador-capitão com uma das grandes figuras do Expresso BPI Golf Cup, Luís Índio, campeão nacional de empresas pelo BPI em 2008 (numa Finalíssima realizada no Old Course de St. Andrews) e 2009 (Ailsa Course de Turnberry). Fez parceria com Fernando Amado somando 41 pontos, ao passo que Mário Riley e Mário Fortuna acumularam 40. No domingo fizeram apenas mais um ponto que no sábado, mas isso representou uma subida de cinco lugares na classificação em relação à véspera.

BPI_Mario_Riley_Fernando_Amado_Mario_Fortuna_Luis_Indio_re2

A equipa do BPI: Mário Riley, Fernando Amado, Mário Fortuna e Luís Indio / © FILIPE GUERRA

De referir que a Ilha Verde Rent-a-Car teria ganho a prova regional, mas foi desclassificada na secretaria já que o par Pedro Tomé/Francisco Medeiros, ao utilizar o Joker, colocou a primeira bola e não dropou como manda o regulamento, entregando um cartão com um 5 no buraco, ou seja, um score incorrecto, o que dá desclassificação de acordo com a regra 6.6.

O Joker é uma novidades de 2017, sendo uma figura que permite a cada dupla repetir um shot no momento da volta que entender mais conveniente.

Das 23 equipas em jogo no sábado, apuravam-se 12 para as Meias-Finais e mais uma Lucky Loser (por sorteio). O cut ficou fixado em 78 e deixou em prova para domingo, além das cinco já mencionadas, a EDA 2, Medifar, MAN S. Miguel, Clube de Golfe de São Miguel, Açoreana Seguros, IG Portugal e Electro Cruzeiro. O Lucky Loser foi o Grupo Bensaúde.

No mês corrente de Junho seguem-se as Qualificações Regionais de Lisboa, no Belas Clube de Campo, dias 20, 21, 22, 27 e 28. E, pelo meio, a 24 e 25, as do Norte, no Estela Golf Club, Póvoa de Varzim.

As inscrições mantêm-se abertas.

Na fotografia de capa: A equipa da EDA: Bruno Cruz, Antero Bento, Vítor Rebelo e Luís Eleutério / © FILIPE GUERRA